ThermoMix Brasil comemora seus 15 anos

ThermoMix Brasil comemora 15 anos de atuação no mercado

 

A empresa desenvolveu projetos de engenharia com foco em soluções sustentáveis para mais de 78 clientes em todo o Brasil.

 

A ThermoMix Brasil, empresa com foco em eficiência energética, completa 15 anos de atividades no mercado de engenharia. Fundada inicialmente como uma empresa representante de placas solares, em 2000, hoje a ThermoMix desenvolve projetos personalizados para otimizar o uso de recursos naturais disponíveis. Neste período, a empresa já atendeu mais de 78 clientes em todo o país – entre eles, hotéis, motéis, hospitais e academias.

Para o empresário Mario Sergio Sartori, presidente da ThermoMix, a base para a consolidação do empreendimento ao longo destes anos é a satisfação de seus clientes. “Somos verdadeiros parceiros de negócios, oferecendo um serviço de consultoria de gastos para encontrar as melhores soluções sustentáveis existentes no mercado”, afirma Sartori. O modelo de negócios da ThermoMix – conhecido como BOT (Build-Operate-Transfer) – favorece essa parceria, colocando contratante e contratados para trabalharem juntos com a missão de economizar os gastos fixos do cliente – como água, gás e energia.

 

Case de sucesso

Com uma parceria de 13 anos, a Bioleve, marca do setor de água mineral, constata a eficiência dos serviços e produtos da ThermoMix. Em 2002, ano conhecido pela crise do apagão, a empresa instalou 120 placas solares para o aquecimento da água utilizada para asepsia dos galões de 20L. O projeto consistia em acumular água quente ao longo do dia inteiro de maneira automatizada, para ser utilizado no horário de ponta. “A meta era reduzir em 80% os gastos com energia, e atingimos esse objetivo utilizando um software de controle de temperatura da água”, completa Sartori.

O projeto foi desenvolvido para substituir dois aquecedores de 75W cada – o que corresponde à 150 ferros de passar ligados ao mesmo tempo. A instalação das placas solares e o monitoramento automatizado são vistos como um marco para a Bioleve, segundo Luís Alberto Tojo, diretor industrial da empresa que acompanhou todo o processo. “Naquela época, não se falava em sustentabilidade, apenas eram usados termos como economia de energia ou ecologia”, afirma Tojo.

thermomix-brasil-tratamento-de-agua-geracao-de-ozonio-15-anos-bioleve

Atualmente, a Bioleve já possui outros iniciativas que seguem a mesma mentalidade da ThermoMix. Confecção de peças a partir de material reciclado, iluminação natural com telhas translúcidas, reutilização de água, preservação da natureza com o Projeto Copaíba e até parceria com escolas da região para conscientização de reciclagem de materiais são algumas das ações sustentáveis da empresa – que foram implantadas na medida em que ocorria uma expansão da fábrica e do volume de negócios. Além de trabalhar com foco no setor de água mineral, a Bioleveásspu a diversificar seu portfólio e hoje também possui outros produtos no setor de sucos e isotônicos.

 

Inovação e tecnologia avançada

No decorrer desses 15 anos, diversos outros empreendimentos foram atendidos pela ThermoMix e, em paralelo, a empresa foi desenvolvendo tecnologia própria. Hoje em dia, além de expandir seu market share para outros setores – como o mercado hoteleiro – a empresa ampliou seus produtos e serviços para atender de forma mais personalizada às demandas de seus clientes. Atualmente, a ThermoMix possui expertise para implantar projetos completos de otimização de ar condicionado, gerenciamento de água quente, economia de energia e tratamento de água.

Além disso, mantendo o compromisso com a inovação e pioneirismo, a empresa inaugurou neste ano uma nova divisão: a EnviroMix Brasil, voltada para reciclagem de água para reuso. Utilizando a tecnologia do gerador de ozônio, somada ao software exclusivo de monitoramento remoto desenvolvido pela ThermoMix, a EnviroMix Brasil desenvolve projetos de reciclagem e reuso para tratamento de águas rejeitadas de processos industriais e águas de rejeito sanitário – consideradas água negra -, e águas de torneiras e chuveiros – consideradas água cinza.

Para Mario Sergio Sartori, presidente da ThermoMix Brasil, a meta para os próximos anos é clara. “Queremos continuar inovando e buscando novas soluções para apresentarmos ao mercado as alternativas de economia existentes que são sustentáveis e pouco exploradas”.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *